Ética e a Polêmica do Rock in Rio

No evento Rock in Rio, para aqueles que foram realmente ver e ouvir rock, se irritaram com a performance da cantora Claudia Leite, que recebeu vaias ao cantar a música “Corda do Caranguejo”, e recebeu também a revolta dos roqueiros em seu show. Assim, como resposta, a cantora fez declarações em seu blog e twitter defendendo seu show: “Sim! Sou uma cantora de AXÉ do Rock in Rio com muito orgulho”. E também criticando os artistas internacionais: “Artistas internacionais vêm pra cá, mostram a b…, atrasam-se por duas horas porque estão dando uma festinha no camarim, não conseguem conciliar a respiração com o canto, não preparam espetáculos para o nosso povo, desafinam, enfim, pouco se importam conosco, querem beijar na boca, ir á praia e tomar nossa cachaça, e nós, que pagamos caro para assistir aos seus ‘espetáculos’ em nossa terra, aplaudimos tudo isso”.

Nessa declaração, apesar de não citar nomes, refere-se á cantora Rihanna, que bebeu caipirinha na praia de Ipanema e se atrasou por quase duas horas para se apresentar no Rock in Rio. Além disso, ela afirmou que não curtir música de axé é comum no dia a dia, porém o que não é normal é curtir Metallica e conhecer Jonh Coltrane e, por causa disso, se achar superior.

Tal declaração da cantora Claudia Leite, lesa:

  • O artigo 5°, inciso V da Constituição da República de 1988, pois ela excede a sua liberdade de expressão, ofendendo os artistas internacionais;
  • O artigo 5°, inciso X da Constituição da República de 1988, pois viola a imagem atributo dos artistas internacionais, pois os difama em redes sociais, tornando pública sua declaração ofendendo os valores atribuídos á esses artistas pelo público do Rock in Rio;
Anúncios

Legislação e Ética

As redes sociais são espaços onde as pessoas exprimem suas ideias e concepções, mas tudo o que é dito pode ter uma repercussão viral de modo positivo e negativo. Quando o assunto atinge uma pessoa ou um grupo, isso pode se tornar mais polêmico para quem foi o autor das palavras. Isso reflete nos aspectos éticos na sociedade e direitos do indivíduo. Para debater esse problema, o grupo decidiu analisar através dos códigos de ética e na Constituição Brasileira de 1988 as consequências de ações inadequadas. O objeto de estudo foi o recente fato do preconceito entre estilos musicais no festival Rock in Rio que aconteceu em setembro deste ano, onde teve grande fluxo de comentários e exposições nas redes sociais, criando relação com a comunidade virtual escolhida pelo grupo. Essa análise foi feita na disciplina de Legislação e Ética (Prof. Bruno Burgarelli).

Ficha técnica – Comunidade Rock ‘n’ Roll

Rock ‘n’ Roll
(570.873 membros) 

Descrição: Original Desde 2004. Primeira comunidade para os amantes do Rock ‘n’ Roll. As outras são cópias e foram renomeadas. Long live Rock ‘n’ Roll. Sinta-se a vontade p/ discutir tudo sobre o mundo do Rock e a música de uma maneira geral e outros assuntos.
Indice da Comunidade:
Chat * REGRAS DA ROCK * Agenda * ­­Tópicos Oficiais
CHAT MSN: group1275757@groupsim.com
> http://principedasvirtudes.blogspot.com/ 

Idioma: Português (Brasil)

Categoria: Música

Tipo: Moderada

Privacidade do conteúdo: Aberta para não-membros.

Local: Brasil

Criado em: 13 de fevereiro de 2004.

Membros: 570.873

Link de acesso: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=16596)

Apresentação Inicial

O TIG – Trabalho Interdisciplinar de Graduação proposto neste semestre tem como fundamento aspectos das redes sociais virtuais, seus impactos no comportamento das pessoas e a sua influência nas relações do cotidiano contemporâneo. Com o intuito de aprofundar o tema, realizou-se uma pesquisa extensa e dedicada em diversas fontes, além de uma observação participante em uma comunidade online inserida numa rede social. Os integrantes do grupo se envolveram, buscaram os conceitos, teorias, fatos e a realidade, e trabalharam o tema de maneira conjunta alguns campos que as redes sociais abrangem.

 

Os alunos de Publicidade e Propaganda/2º Período, Aline Agatha, Camila Mota, Luan Carvalho, Ludimila Emanuele, Moisés Braga e Raissa Lima, formam o grupo Connection. O nome foi escolhido em relação com a dinâmica das redes sociais, que são baseadas em conexões.